terça-feira, 5 de outubro de 2010

O Dia Mundial dos Animais foi assim...

video

"Nascemos capazes de aprender não sabendo nada ..." Rosseau

Partindo deste pressuposto e acreditando que as crianças são capazes de construir o seu conhecimento através da sua acção sobre o que a rodeia, realizámos esta actividades plástica muito simples.
Pedimos aos pais para trazerem imagens de animais que fossem do conhecimento das crianças (animais da Quinta) para que pudessem ser coladas. As crianças da aquisição de marcha, carimbaram com uma rolha e esponja uma folha A3 com tinta e depois fomos colando os animais.
Além do prazer e do divertimento, o objectivo era fazer com que as crianças identificassem os animais "onde está a vaca? muuuuuuuuu é a vaca"; "onde está o gato? miau miau" e as crianças apontavam para a imagem. Claro que nem todas as crianças acertavam :) mas é importante que se ofereça oportunidades de aprendizagem para que as crianças se familiarizem com os nomes, sons, imagens, texturas, cores etc.
Para complementar esta actividade contámos histórias de animais com canções divertidas. Criámos um jogo de associação de imagens com animais da Quinta no placard onde todos gostam de jogar e já começam a entender que têm de esperar pela sua vez...o que às vezes é dificil!!!!
O prazer da criança em observar, examinar e explorar tudo quanto a rodeia é a base para que conheça de forma directa tudo o que está a acontecer no seu Meio. Se o Meio é variado, estimulante e incorpora novidades e experiências, desenvolve-se o interesse da criança para conhecer novos elementos, aumentar a sua curiosidade e vocabulário.
Os nossos meninos gostam de participar nas actividades diárias. Embora as suas necessidades básicas sejam a nossa maior preocupação, todas as actividades são importantes para o pleno desenvolvimento das crianças.  Quando digo "vamos fazer um joguinho" as crianças aproximam-se da mesa e começam a querer sentar-se. Ocupar um lugar na mesa é importante porque já sabem que cada um tem um jogo, uma tarefa ou actividade em grupo a realizar. Claro que há muitas peças no chão ou na boca, peças soltas do outro lado da mesa...enfim uma confusão. Mas isso também promove aprendizagens básicas. Nós como educadores também aproveitamos esses momentos para criar regras. "Não jogues as pecinhas..." " vá vai lá apanhar as peças e põe na mesa" "M.... ajuda o B...a fazer o joguinho" "senta direitinho na cadeira" "dá aquela peça se faz favor" etc etc. Todos os momentos são de aprendizagem! Pouco a pouco, as peças dos jogos deixam de cair ao chão, as crianças ajudam-se e deixam-se ajudar. Depois há que compensar os seus esforços gritando "Ehhhhhhhhhhh" "já está" "muito bem conseguiste!" e o seu sorriso compensa-nos.
Ensinar a brincar também é preciso para que depois possam brincar sozinhos.

Quero agradecer a participação dos pais nesta actividade e prepará-los para algumas que hão-de vir.
A vossa participação é muito importante para os vossos filhotes, pois precisam de sentir que não há uma quebra na sua educação, pelo contrário, há envolvimento. Para nós "educadores" a relação de apoio e confiança mutua facilita a comunicação e desta forma podemos complementar a educação de cada criança e caminharmos para o mesmo fim- o seu bem estar físico e emocional.

1 comentário:

  1. No dia dos animais aprendi muitas coisas bonitas!!! Brinquei, cortei, colei e adorei!!! Beijinhos da Mafaldinha.

    ResponderEliminar